A

Ad Network (rede de publicidade) – É uma empresa que agrega inventário de propaganda de um grande número de sites e aplicativos de publishers. A rede de publicidade é um intermediário comercial e técnico entre anunciantes e publishers.

 

Ad Server (servidor de anúncios/publicidade) – É uma ferramenta usada por publishers, networks e anunciantes que auxilia no gerenciamento de anúncios, campanhas e tráfego. Também fornece relatórios de anúncios veiculados no website ou aplicativo. O servidor de anúncios veicula os criativos do anunciante, ou seja, entrega o anúncio final para cada usuário (seja no navegador ou no aplicativo).

 

Anúncios incentivados – Recompensam os usuários por alguma ação feita – seja essa a instalação de um aplicativo, a visualização de um vídeo completo, ou o convite de amigos para fazer um registro ou utilizar um serviço. No caso de anúncios em aplicativos, a recompensa geralmente é feita atraves de moeda virtual, de benefícios dentro de jogos (como passar de fase) ou de descontos em produtos ou serviços.

 

API (interface de programação de aplicações)  – É um conjunto de rotinas e padrões estabelecidos por um software para a utilização das suas funcionalidades por aplicativos que não pretendem envolver-se em detalhes da implementação do software, mas apenas usar seus serviços. De modo geral, um API é composto por uma série de funções acessíveis somente por programação, que permitem utilizar características do software menos evidentes ao utilizador tradicional.

 

App ou aplicativo móvel – É um software desenvolvido para ser instalado em um dispositivo eletrônico móvel, como um smartphone ou tablet. Os aplicativos são desenhados para desempenhar funções específicas diretamente para o usuário ou para outros aplicativos.

 

ARPU (receita média por usuário) – É uma forma de expressar a receita gerada por um assinate por unidade de tempo. Permite rastrear as fontes de receita e crescimento.

C

Caracterização de perfil – Caracterização de usuários/consumidores é uma maneira de criar perfis que auxiliam a tomada de decisões. Os consumidores são separados em grupos que compartilham objetivos e características. A cada grupo é dado imagem, nome e descrição, criando “personas”. Cada persona é utilizado para formar a estratégia de marketing para o grupo, por exemplo, “quais características vão ajudar ‘Maria’ a alcançar seus objetivos mais facilmente”?

 

CPC (custo por clique) – Modelo de preço em que os anunciantes pagam por clique feito.

 

CPE (custo por engajamento) – Não está relacionado com uma ação feita no anúncio, mas um engajamento que ocorre depois da visualização e clique no anúncio, ou até mesmo depois da instalação de um aplicativo. Pode ser um registro, uma assinatura, a participação em uma pesquisa, ou qualquer outro evento que o anunciante deseje medir, além de métrica de impressão (CPM – custo por mil impressões), clique (CPC – custo por clique) ou instalação (CPI – custo por instalação de um aplicativo).

 

CPI (custo por instalação) – Nesse modelo de custo, clientes pagam somente quando um aplicativo é instalado.

 

CPM (custo por mil impressões) – Refere-se ao preço de mil visualizações de anúncios específicos. Um website que oferece anúncios com base CPM não requer que o usuário clique no anúncio – cada aparição do anúncio para um usuário conta como uma impressão.

 

CTR – É o número de cliques dividido pelo total de impressões servidas, medido em porcentagem. CTR = (cliques / impressões) * 100. Por exemplo, o CTR de 1% indica que 1000 impressões geraram 10 cliques.

D

Dados – São um conjunto de informações (quantitativas, qualitativas, categóricas ou indefinidas) podendo ser organizadas ou não. Cada ciência trata dados de acordo com suas características distintas: por exemplo, na Ciência da Computação dado é a menor informação fornecida ou processada por um computador, logo, dados são um conjunto de informações.

 

Dataset (conjunto de dados) – É uma coleção de dados normalmente tabulados. Por cada elemento (ou indivíduo) se indicam várias características. Cada coluna representa uma variável particular. Cada linha corresponde a um determinado membro do conjunto de dados em questão. Cada valor é conhecido como um dado. O conjunto de dados pode incluir dados para um ou mais membros, correspondente ao número de linhas.

 

Discrepância – É a diferença entre números reportados por um publisher e pelo servidor do anúncio (próprio ou terceiro). Sempre haverá algum grau de discrepância entre o publisher e o servidor do anúncio porque existem diferenças nas tecnologias e nas métricas utilizadas.

 

DMP (plataforma de gerenciamento de dados) – É um “armazém de dados” (data warehouse), um software que agrega, classifica, ordena e armazena informação (dados), devolvendo-a de forma organizada e útil para a tomada de decisão.

 

DSP (plataforma de gerenciamento de demanda) – Consiste em plataformas de software que auxiliam e otimizam a compra de mídia digital por anunciantes e agências. A DSP escolhe de modo automático quais impressões oferecem o melhor custo-benefício de acordo com os objetivos de uma campanha e a audiência que se pretende alcançar. O processo se torna mais automatizado, simples, barato e eficiente.

E

eCPM (custo por mil impressões dinâmico) – É o custo real por mil impressões, calculado depois de anunciantes vincularem uma campanha. eCPM = (custo/impressões)*1000. eCPM é diferente de CPM porque quando anunciantes fazem um lance em um inventário, frequentemente eles pagam menos do que o preço do lance. eCPM permite a comparação entre valor e eficiência de um certo inventário se comparado com outros.

F

Fraud – Fraude do clique (também conhecida como fraude pay-per-click) é a prática de inflacionar a quantidade de tráfego de cliques artificialmente para fraudar anunciantes ou websites que oferecem espaços para anúncios. Ao utilizarem programas de cliques automáticos (chamados hitbots) ou ao empregarem trabalhadores para clicarem em links, os criminosos criam a ilusão de existir um grande número de clientes/usuários potenciais, quando de fato esses cliques não vão levar a qualquer ação que gere receita.

I

Impressão –É a exibição de um anúncio em um aplicativo ou website. Cada página carregada = impressão de um anúncio.

L

Lifetime Value (LTV, Valor de tempo de vida do cliente) – É uma métrica de marketing e vendas que faz a estimativa da receita potencial e do lucro futuro gerados por um cliente. Este cálculo leva em consideração valor e recorrência de compras, incluindo produtos e serviços derivados (ou seja, acessórios e serviços complementares a uma compra prévia).

 

Localização geográfica – É um método que detecta a localização do usuário de um website, útil para a criação de anúncios localizados. Cada computador é atrelado a um endereço de IP que indica um alocal específico. Os 3 primeiros dígitos de um IP correspondem ao código do país, enquanto os dígitos seguintes se referem a áreas específicas. Essa informação geográfica, quando utlizada com objetivo de publicidade, é chamado de geo-targeting, ou localização geográfica.

 

Lookalike – Audiência “Lookalike” é um grupo social criado por algorítmo a partir da reunião de pessoas/membros com interesses similares.

M

M-Commerce – Refere-se ao uso de dispositivos portáteis, como smartphones, tablets e laptops, para conduzir transações comerciais online. Transações comerciais mobile continuam a se tornar mais populares e hoje o termo m-commerce inclui a compra e venda de bens e serviços, transações bancárias, pagamentos, entregas e etc.

 

Marketing multicanal – Refere-se à interação com clientes, utilizando-se de uma combinação de canais de comunicação diretos e indiretos – websites, lojas físicas, catálogos, correspondência direta, email, mobile, etc. Permite que clientes utilizem o seu canal de escolha para comprar um produto ou serviço. Em termos mais simples, marketing multicanal refere-se a dar múltiplas opções para clientes fazerem uma compra.

 

Mediação – Veja “Mediação de anúncios”

 

Mediação de anúncios – Plataforma para publishers que permite alocação de inventário automática ou manual através de multiplas ad networks e DSPs que tem o objetivo de aumentar as taxas de preenchimento e a receita com anúncios.

 

Monetização – É o processo de converter bens e serviços em dinheiro ou moeda corrente. No contexto online/mobile, monetização se refere a ganhar receita diretamente com o website ou aplicativo.

N

Native Ads (anúncios nativos) – É uma forma de mídia criada com base no design visual e com anúncios que fazem parte do conteúdo do website ou aplicativo. É um método de publicidade que busca fornecer conteúdos em um contexto coerente com a experiência do usuário.

P

Perfil – É a descrição de um usuário ou grupo de usuários que inclui características demográficas, geográficas e sociais, assim como padrões e histórico de compras.

 

Programática – É a compra e venda de publicidade digital que utiliza como base dados de comportamento coletados de usuários e serve para alcançar a segmentação correta através de inteligência tecnológica. 

R

Retargeting – É a estratégia que identifica o visitante que acessou certo website ou aplicativo e sua interação dentro destes ambientes. No caso de websites, o cookie (um sistema que armazena dados da navegação do consumidor) grava tais informações e permite que as visualizações deste cliente sejam apresentadas novamente a ele, de forma personalizada, em páginas de sites parceiros que abrem o espaço para anúncios.

RTB – É a tecnologia permite a compra anúncios em milhares de sites, em tempo real. Quando um usuário acessa um website ou um aplicativo, a plataforma do vendedor recolhe informação contextual sobre a impressão e envia isso para todos os compradores. A plataforma RTB de cada comprador considera a informação contextual sobre a impressão, sobrepõe qualquer comportamento ou dados de cookies e responde com uma cotação oferta que ele está disposto a pagar para a impressão. A plataforma do vendedor então compara todas as propostas dos diferentes compradores e cede à impressão a quem pagar mais. O comprador vencedor em seguida, exibe um anúncio para o usuário.

S

SDK (Kit de desenvolvimento de software) – É tipicamente um conjunto de ferramentas de desenvolvimento de software que permite a criação de aplicativos para um certo pacote de software, framework, plataforma de hardware, sistema de computador, console de videogame, sistema operacional, ou plataforma de desenvolvimento similar.

 

Segmentação de audiência – Refere-se à prática de segmentação de usuários de acordo com dados recolhidos de maneira direta ou através de terceiros.

 

Segmentação por comportamento – Nesse tipo de segmentação, anunciantes focam em usuários específicos baseando-se em comportamento online prévio, como histórico de compras e pesquisas. Esses dados são geralmente diretos – coletados de suas propriedades onlines (como website próprio)-, ou de terceiros – dados agregados por empresas e vendidos para anunciantes.

 

Sistema de gerenciamento de campanha – Auxilia na segmentação, metas e gerenciamento multicanal de marketing. Elementos da funcionalidade incluem extração de dados, segmentaçã de usuários, acionamento de eventos, mecanismos de recomendação de ações sequentes e otimização de campanhas.

 

SSP (Supply-side plataform) – É a plataforma utilizada pelos publishers para vender mídia digital de forma automatizada. Enquanto as DSPs são usadas no processo de compra de impressões com intuito de oferecer o maior ROI para quem compra, as SSPs permitem aos publishers maximizar ao máximo o preço por impressão vendida.
Uma SSP possibilita ao publisher disponibilizar seu inventário a diversas DSPs, ad networks e ad exchanges. Essa tecnologia consegue analisar em tempo real os diversos compradores potenciais e quais são as melhores praças do mercado.